Trekking à Nascente do Amazonas – Cordilheira de Chila [NOVA EXPEDIÇÃO 2019: 21/05 a 31/05]




Expedição a Nascente do AmazonasDificuldade técnica
: Fácil a Pouco Difícil

Esforço físico: Muito Alto

Duração: 11 dias

A cidade de Arequipa é uma das mais bonitas e interessantes do Peru. Fundada em 1540, sua rica e bem preservada herança colonial lhe garantiu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, concedido pela UNESCO. Também é conhecida como a “Cidade Branca”, devido à pedra de origem vulcânica de coloração clara, utilizada em suas casas e igrejas. Os vulcões Misti (5822 m) e Chachani (6057 m) completam o lindo panorama que se tem desde o centro histórico, que combina o visual das montanhas com a arquitetura de suas antigas construções.

Arequipa (2335 m) será o ponto de partida de nossa expedição, cujo objetivo principal é chegar à nascente do rio Amazonas, localizada a 5165 m de altitude aos pés do Nevado Mismi (5597 m), na Cordilheira de Chila, cadeia de montanhas que faz parte da Cordilheira dos Andes. De Arequipa seguiremos até Chivay (3651 m), um típico povoado andino situado às margens do Cañon del Colca, um dos cânions mais profundos do mundo. Em Chivay iniciaremos nosso processo de aclimatação à altitude, aproveitando para conhecer as principais atrações turísticas da região, como as águas termais e medicinais em La Calera e o mirante natural Cruz del Cóndor que, além da espetacular visão do cânion, é um dos melhores lugares de Arequipa para se apreciar o voo dos míticos condores.

Após duas noites em Chivay iniciaremos nossa caminhada, que terá uma duração de 6 dias percorrendo, aproximadamente, uma distância de 70 km. Para chegar à nascente do Amazonas é preciso cruzar o Cañon del Colca e subir a Cordilheira de Chila até o Nevado Mismi. O trekking começa no vilarejo de Tuti (3790 m), já do outro lado do cânion. Na primeira parte do roteiro o percurso é, predominantemente, de subidas, passando por uma “cidade fantasma” conhecida como Naukallacta ou Ñaupallacta até alcançarmos um “passo de montanha” a 5275 m, que nos permitirá cruzar a cordilheira para chegarmos à área onde se encontram as diversas nascentes que formam o rio Loqueta, primeira denominação na região andina do rio Amazonas. Vamos conhecer a nascente principal, localizada na Quebrada Carhuasanta, a fonte de água mais distante da foz do Amazonas.

Para regressarmos ao Cañon del Colca será necessário cruzar outro “passo de montanha”, situado a 5147 m de altitude. Mas a paisagem compensa todo o esforço, pois além dos abismos do Colca, é possível avistar, do alto da Cordilheira de Chila, as diversas montanhas e vulcões da vizinha Cordilheira Ocidental, como o Ampato (6288 m), o Hualca Hualca (6025 m) e o vulcão Sabancaya (5976) soltando fumaça.

Essa é uma expedição épica, que permite chegar a um lugar mágico e fascinante: a nascente do maior rio do planeta, local conhecido por poucos. Também é um trekking desafiante e uma excelente opção para quem deseja se iniciar na alta montanha, com o programa incluindo a ascensão do Nevado Mismi (5597 m) e do Nevado Quehuisha (5323 m), montanhas de baixo grau de dificuldade técnica e indicadas para quem não possui experiência em altitude.

  

Número máximo de participantes: 10

 

Relação guia – cliente: máximo de 5 clientes por guia 

 

Investimento: de $1490.00 dólares por $1290.00 dólares por pessoa (preço promocional, válido até 31/12/2018)

   

Condições e formas de pagamento:

  • Parcelamento sem juros até a data da expedição.
  • Pagamento através de cartões de débito, cartões de crédito ou boleto bancário.

 

saiba_mais Roteiro Serviços
incluídos
Distância e tempo de deslocamento

   

Informações e Reservas 

 


Galeria de fotos

Imagens de solução

PagSeguro

Share


Os comentários estão fechados.

AAGM AAGPM EPGAMT
Imagens de solução
PagSeguro