Roteiro – Cordillera Vilcabamba – Choquequirao a Machu Picchu


1º dia: Cusco

Encontro no hotel reservado para a expedição, onde os guias apresentarão os detalhes do roteiro e farão uma revisão dos equipamentos e roupas dos participantes, ajudando-os na organização de seus itens pessoais. Restante do dia livre para compra e/ou aluguel de equipamentos e roupas e preparação da bagagem para a expedição. Pernoite em hotel.

 

2º dia: Cusco – Cachora

Sairemos do hotel às 10:00, embarcando em transporte privado até a vila de Cachora (3100 m), ponto de partida para a travessia da Cordillera Vilcabamba, onde chegaremos por volta das 14:00. Pernoite em pousada.

 

3º dia: Cachora – Santa Rosa

Iniciaremos a caminhada às 08:00 com uma longa descida, de aproximadamente 1500 m, até o rio Apurímac (1550 m), que é a denominação recebida pelo rio Amazonas na região andina. Além do cânion do rio Apurímac, o cenário nesse dia será marcado pela visão de várias montanhas nevadas, como o Padreyoc (5771 m) e o Chaupiloma (5339 m). Chegando ao final da descida a paisagem impressiona, com as águas violentas do rio Apurímac correndo pelo cânion profundo, em direção à região amazônica. Após atravessarmos o rio por uma ponte, subiremos 500 m pelo outro lado do cânion até o local conhecido como Santa Rosa (2100 m), onde montaremos nosso acampamento.

Distância percorrida: 23 km.

 

4º dia: Santa Rosa – Choquequirao

A caminhada do segundo dia será mais curta, em torno de 10,5 km, mas com um desnível de mais de 1000 m de subida, durante a qual, além de apreciarmos o cânion do rio Apurímac em toda a sua grandeza, avistaremos os picos nevados da cordilheira Vilcabamba despontando acima das ruínas de Choquequirao. Chegaremos ao sitio arqueológico de Choquequirao (3110 m) no início da tarde, onde montaremos nosso acampamento. O restante do dia será reservado para visitarmos a cidade inca, conhecendo os seus principais setores, incluindo os famosos terraços com as lhamas de pedra.

Distância percorrida: 10,5 km.

   

5º dia: Choquequirao – Maizal

Começaremos o terceiro dia de caminhada com uma subida até o passo Abra Choquequirao (3270 m) para, então, iniciarmos uma longa descida de quase 1500 m até o Rio Blanco (1800 m), passando pelas ruínas de Pinchinuyoc (3000 m). Após cruzarmos o Rio Blanco subiremos cerca de 1200 m por uma trilha, atravessando trechos de uma floresta subtropical, até Maizal (3000 m), onde montaremos nosso acampamento.

Distância percorrida: 15,5 km.

 

6º dia: Maizal – Mina Victoria – Yanama

Sairemos de Maizal (3000 m) com destino ao passo de montanha conhecido como Abra San Juan (4170 m), em uma longa subida de mais de 1100 m de desnível. Chegando ao Abra San Juan poderemos apreciar a impressionante vista do cânion onde se encontra o Rio Blanco, que atravessamos no dia anterior, correndo sinuoso 2500 m abaixo de nós. A visão das montanhas da cordilheira Vilcabamba também é fantástica, avistando-se diversos nevados como o Yanama (5347 m), o Sacsarayoc (5918 m), o Choquetacarpo (5520 m) e o mítico Pumasillo (5991 m).

Desceremos por quase 700 m pela outra vertente com destino ao vale onde se encontra Yanama (3500 m) por uma trilha estreita e calçada de pedras, revelando imensos abismos e passando por alguns túneis escavados na rocha pelos construtores incas. Nessa área também se encontram antigas minas exploradas pelos incas e as ruínas de Coryhuayrachina, um sítio arqueológico recentemente descoberto pelos pesquisadores.

Distância percorrida: 10,5 km.

   

7º dia: Yanama – Totora

No quinto dia de caminhada atravessaremos o passo de montanha mais alto do percurso, o Paso Yanama (4670 m). Será uma longa subida desde a vila de Yanama, com mais de 1100 m de desnível, de onde avistaremos montanhas imponentes como o Nevado Humantay (5917 m) e o Nevado Salkantay (6264 m). Após cruzarmos o passo, desceremos cerca de 1000 m até Totora (3630 m), onde montaremos nosso acampamento. Totora é o ponto final das mulas que fazem o transporte dos equipamentos. De Totora até Santa Teresa nossa bagagem será levada por uma van.

Distância percorrida: 19,5 km.

 

8º dia: Totora – Colpapampa – La Playa

Após acomodarmos nossa bagagem em uma van que fará o transporte da mesma, iniciaremos uma longa descida de aproximadamente 1500 m pelo vale do rio Santa Teresa, passando pela vila de Colpapampa, onde chega a trilha proveniente do Nevado Salkantay, e chegando até a localidade de La Playa (2100 m), onde dormiremos em um hotel.

Distância percorrida: 25 km.

 

9º dia: La Playa – Lucmabamba – Santa Teresa – Aguas Calientes

O sétimo dia da caminhada começa com uma subida de 700 m até as ruínas de Llactapata (2650 m), de onde teremos uma visão privilegiada da montanha onde se encontra Machu Picchu. O percurso, depois de cruzarmos o último passo de montanha da travessia, desce aproximadamente 800 m até vale do rio Urubamba, de onde seguiremos para a hidrelétrica de Santa Teresa. Após recolhermos a bagagem na van na estação ferroviária, despacharemos a mesma no trem que sai às 14:00 e seguiremos pelos trilhos até Águas Calientes (2040 m), onde dormiremos em um hotel.

Distância percorrida: 27,5 km.

   

10º dia: Aguas Calientes – Machu Picchu – Cusco

No último dia de caminhada sairemos às 06:00 do hotel e subiremos aproximadamente 400 m pela trilha que conduz ao sítio arqueológico de Machu Picchu (2430 m), finalizando nossa travessia em grande estilo. Teremos o dia livre para conhecermos a mais famosa cidade inca dos Andes peruanos e, na parte da tarde, retornaremos de ônibus até Aguas Calientes, onde tomaremos um trem de luxo às 17:30 para regresso com um merecido conforto até a cidade de Cusco. Pernoite em hotel.

Distância percorrida: 6 km.

   

11º dia: Cusco – Brasil

Embarque para retorno ao Brasil.



AAGM AAGPM EPGAMT
Imagens de solução
PagSeguro