Curso de Escalada em Rocha – Módulo I [NOVA TURMA - Setembro de 2017]

Carga horária: 18 horas.

Datas:

  • Aula teórica:
    • Dia 29/09/2017: Das Pedras Espaço de Escalada – Rua Cristina 1318 – Santo Antônio – Belo Horizonte – MG, das 19:00 às 22:00.
  • Aulas práticas:
    • Dia 30/09/2017: Das Pedras Espaço de Escalada – Rua Cristina 1318 – Santo Antônio – Belo Horizonte – MG, das 09:00 às 17:30.
    • Dia 01/10/2017: Lapinha – Lagoa Santa – MG, das 09:00 às 16:30.

Instrutor: Marcelo Delvaux

Guia de montanha profissional, com certificação pela Escuela Provincial de Guías de Alta Montaña y Trekking – EPGAMT / Argentina. Pratica montanhismo e escalada desde a década de 90, com quatorze anos de experiência em alta montanha e dezenas de expedições realizadas em países como Argentina, Chile, Bolívia, Peru, Equador, Venezuela, Guatemala e Tibete. Tem em seu currículo inúmeras montanhas andinas acima de 6000 m, como o Aconcagua (6959 m), o Ojos del Salado (6893 m), o Mercedario (6770 m), o Sajama (6542 m), o Chimborazo (6310 m), o Illimani (6439 m) e o Tocllaraju (6032 m), dentre outras. Líder da primeira expedição de Minas Gerais ao Himalaia em 2009, que teve como objetivo a escalada ao Cho Oyu (8201 m), a sexta montanha mais alta do mundo.

Investimento: R$ 530,00 (quinhentos e trinta reais).

Boleto bancário: R$ 500,00 (quinhentos reais), com 5,7% de desconto.

Estão incluídos nesse valor todos os equipamentos a serem utilizados durante o curso e um exemplar por participante do livro Escale melhor e com mais segurança, de Flávio e Cíntia Daflon, que será adotado como material de referência.

Não estão incluídos no valor do curso o transporte até as áreas de escalada, a taxa da academia de escalada e a taxa de entrada na Lapinha.

   

Opções de pagamento:

  • Cartões de crédito: em até 3 x sem juros.
  • Cartões de débito.
  • Boleto bancário.

 



   Conteúdo:

 

1.       Introdução ao montanhismo e escalada:

  • Montanhismo e escalada: conceitos e definições.
  • História do montanhismo e escalada.
  • Modalidades de escalada:
    • Escalada em rocha.
    • Escalada em gelo.
    • Escalada mista.
    • Estilos de escalada:
      • Escalada tradicional ou clássica.
      • Escalada alpina.
      • Escalada artificial.
      • Big-wall.
      • Escalada esportiva.
      • Boulder.
      • Escalada mista esportiva (dry tooling).
      • Escalada de cascatas de gelo.
      • Ética:
        • Código Brasileiro de Ética de Escalada.
        • Código de Ética da UIAA – Union Internationale des Associations D’Alpinisme.
        • Declaração de Tyrol.
        • Sistemas de graduação em escalada:
          • Noções de graduação de dificuldade em escalada.
          • Sistema de Brasileiro de Graduação de Vias de Escalada.
          • Quadro comparativo (sistemas brasileiro, francês e americano).

   

2.       Equipamentos:

  • Para que servem, formas corretas de utilização, cuidados e conservação, materiais e durabilidade, restrições com relação à utilização, resistência e carga limite.
  • Etiquetas de homologação (UIAA, CE, EN, DIN).
  • Cadeirinha.
  • Sapatilhas.
  • Capacete.
  • Saco de magnésio.
  • Corda: tipos (semi-estáticas, estáticas e a dinâmicas), diâmetro e formas de utilização (simples, duplas e gêmeas).
  • Mosquetões: diferenças básicas entre os tipos oval, D assimétrico, D assimétrico curvo, D simétrico e de rosca.
  • Costuras.
  • Fitas e cordeletes.
  • Freios: ATC, oito e autoblocantes (grigri, yoyo e similares).
  • Fita solteira e daisy chain.

   

3.       Nós:

  • Encordamento: oito duplo.
  • Ancoragem e fixação de cordas: aselha simples, oito pelo seio, boca de lobo, fiel, fiel pela ponta ou aplicado, lais de guia simples arrematado, lais de guia duplo.
  • Junção: nó de fita, pescador duplo, pescador triplo, nó plano.
  • Segurança e rapel: dinâmico ou UIAA, nó de frade.
  • Autoblocantes: prusik, machard, bachman.
  • Preparação da corda para transporte e armazenagem.

   

4.       Ancoragens:

  • Proteções Fixas (chapeletas e grampos).
  • Proteções móveis.
  • Proteções naturais.

   

5.       Técnicas de escalada em rocha:

   

5.1.    Segurança:

  • Como fazer.
  • Cuidados que devemos tomar.
  • Diferença entre a segurança estática e a dinâmica.
  • Diferença entre os principais freios existentes: ATC e Grigri.
  • Posicionamento.
  • Riscos.
  • Comunicação.
  • Segurança para o escalador em top rope.
  • Segurança para o guia.

     

5.2.    Escalando em top rope:

  • Como fazer.
  • Cuidados que devemos tomar.
  • Posicionamento.
  • Riscos.
  • Comunicação.
  • Pêndulos.

   

5.3.    Montagem do top rope:

  • Montagem convencional.
  • Top rope comercial para grupos.

   

5.4.    Guiando:

  • Como fazer.
  • Cuidados que devemos tomar.
  • Como costurar.
  • Posicionamento.
  • Redução de atrito.
  • Riscos.
  • Comunicação.
  • Quedas.
  • Fator de queda:
    • O que é.
    • Como reduzi-lo.

   

5.5.    Desequipagem de vias:

  • Como fazer.
  • Cuidados que devemos tomar.
  • Procedimentos de segurança e backup.
  • Riscos.
  • Comunicação.

     

6.       Técnicas verticais:

  • Rapel:
    • Montagem e verificação.
    • Técnicas de rapel.
    • Dificuldades (rapel em diagonal, rapel negativo) e riscos.
    • Backup com cordelete.

     

7.       Técnicas e movimentos corporais para uma escalada eficiente.

 

Informações e reservas

 

Imagens de solução

PagSeguro

Share


Os comentários estão fechados.

AAGM AAGPM EPGAMT
Imagens de solução
PagSeguro